“Tempo de Matar” e o ex-líder da KKK

Tempo de Matar foi o primeiro e mais empolgante livro do John Grisham que li até agora. E a chamada para a matéria “Ex líder da KKK foi flagrado fazendo sexo com um negro” me fez pensar em como este ilustre senhor mostra como a vida e a arte se misturam.

Qualquer gênero de preconceito é tolo, mas quando se prega qualquer tipo de supremacia ou soberania entre povos, credos, etnias é realmente absurdo saber que tentam subjugar o “objeto” de ódio de forma tão mordaz como o que ocorreu no livro.

Já matéria possui imagem que não dá grandes margens a ideia de sexo não consensual (onde provavelmente o negro seria estuprado).Tampouco parei pra pensar sobre os papéis desempenhados por uma ou outra parte, mas me fez pensar:

“Se são tão melhores, se havia a necessidade da erradicação de pessoas X o ou Y sobre o globo terrestre, como ousa?” 

Armadilhas da mente humana.

Ex-líder da KKK foi flagrado fazendo sexo com negro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s