Myles Kennedy, o Vocalista do Ano!

Desde que descobri o Alter Bridge ele se tornou um dos meus intérpretes favoritos!
Sou muito emotiva em minhas avaliações (e boazinha também) por querer algo bem simples e não tão crítico: reconhecer o talento e esforço de cada um. Isso me torna alguém bem eclética, versátil e não tão difícil de se agradar.

Ele concorreu com Chester Bennington (Linkin Park), Rob Halford (Judas Priest) e Corey Taylor (Slipknot) entre outros que são talentos incontestáveis em seus estilos e pela terceira vez levou a melhor.

Esse comparativo me fez lembrar de uma comunidade no falecido Orkut onde as pessoas se digladiavam numa enquete entre o Andre Mattos e o Hansi Kürsch e minha opinião não muda: certas comparações não fazem muito sentido, mas que bom é termos esse universo inteiro de ícones musicais representantes das mais diversas vertentes.

Fica a homenagem singela ao Myles numa das minhas músicas prediletas, confira a matéria da Loudwire na íntegra aqui .

Como definir prioridades e executar tarefas

Como definir prioridades e executar tarefas

Thais Godinho é escritora, blogueira e organizadora profissional. Neste texto simples dá dicas importantes sobre administração e visão do tempo. 

“Só vai mesmo a algum lugar quem sabe para onde quer ir…”

É a máxima do meu domingo, que seja bom para todos. 

Lenda da Sereia Iara ganha versão em quadrinhos pela Nemo

Sente a qualidade desse quadrinho!

Zine Brasil - Quadrinhos Nacionais e Super Heróis Brasileiros

A lenda da Sereia Iara é uma das mais belas e conhecidas do folclore brasileiro. Agora, é possível conferir essa lenda recontada em Quadrinhos, com o titulo A Iara: Uma lenda indígena em quadrinhos, lançamento da Editora Nemo. Escrito e desenhado pelo pernambucano Silvino, segundo informações do release o álbum traz uma história de amor e terror, inspirada nas narrativas indígenas brasileiras. Com dinamismo e dramaticidade a cada página, esta versão em quadrinhos reúne um traço moderno e uma história tradicional, abordando um tema ao mesmo tempo muito brasileiro e bastante universal.

iara-capa

Iara era uma bela índia que, por se destacar na caça e ser elogiada pelo pai, despertou a inveja e o ódio de seus irmãos. Eles planejam sua morte, mas ela descobre o plano e resolve matá-los para se defender, fugindo em seguida para a mata. Contudo, seu pai a captura e, como punição, a…

Ver o post original 356 mais palavras

“Tempo de Matar” e o ex-líder da KKK

Tempo de Matar foi o primeiro e mais empolgante livro do John Grisham que li até agora. E a chamada para a matéria “Ex líder da KKK foi flagrado fazendo sexo com um negro” me fez pensar em como este ilustre senhor mostra como a vida e a arte se misturam.

Qualquer gênero de preconceito é tolo, mas quando se prega qualquer tipo de supremacia ou soberania entre povos, credos, etnias é realmente absurdo saber que tentam subjugar o “objeto” de ódio de forma tão mordaz como o que ocorreu no livro.

Já matéria possui imagem que não dá grandes margens a ideia de sexo não consensual (onde provavelmente o negro seria estuprado).Tampouco parei pra pensar sobre os papéis desempenhados por uma ou outra parte, mas me fez pensar:

“Se são tão melhores, se havia a necessidade da erradicação de pessoas X o ou Y sobre o globo terrestre, como ousa?” 

Armadilhas da mente humana.

Ex-líder da KKK foi flagrado fazendo sexo com negro