Hermione, Lelê e Hershel…

Gosto muito de animais, tanto que pareço doente por eles.

Este ano de 2013 foi marcado por duas perdas que pontearam algo: acidentes acontecem e não podemos evitá-los sempre.

Há quase uma década eu tinha uma calopsita chamada Hermione, a Mi, e quando me mudei deixei ela com a minha mãe na antiga casa, como companhia e distração. Em maio, uma semana após fazer 8 anos em nossas vidas ela faleceu sem demonstrar sinais de doenças. Eu penso que foi o frio demasiado e inesperado que acabou “levando” ela de nós.

Em setembro, no último dia de setembro, eu presenteei minha mãe com uma filhotinha de calopsita no dia do seu aniversário. Para meu desespero, dias atrás minha cachorra Lola, atacou a gaiola que estava no quarto da minha mãe durante uma reforma na casa… e mais uma vez nosso coração quebrantou. Nem conseguimos nos certificar se o seu nome seria Letícia ou Leandro… ainda iríamos fazer o exame.

Há dois dias um amigo da família recebeu uma doação de um canário que apresenta deficiência nas patas, chegando mesmo a não ter uma delas, o que o tornou dispensável para o criador. Ele não consegue procriar. Dentro dessa história aparentemente triste fui capaz de comprovar duas coisas incríveis:

– O amor incondicional que a nossa família tem por animais, já que o Hershel – homenagem ao ilustre personagem de TWD – foi bem recebido por todos e virou o novo xodó lá da Germânia;

– A adaptação a condições não apenas antinaturais (viver numa gaiola não é natural, apesar de não pregar que pássaros criados em cativeiro devam ser libertados sem qualquer consequência…) e de limitações que o canário demonstrou: ele se alimenta dentro do comedouro e dorme no piso de papelão improvisado, como se pudesse esconder a cabecinha dentro do peito. Aqueles apoios receberam uma adaptação por que a única pata que ele possui tem apenas 2 dedos bons, o terceiro que serviria de apoio é torto para cima e ele não conseguia se firmar.

É meio difícil expressar claramente a alegria em poder ouvir seu canto e saber que apesar de tudo… agora eles estão bem. Hershel veio compensar um vazio e minha mãe o recebeu como se ele fosse o mais perfeito de todos. E ao seu modo, sei que ele é. =)

http://kekepk.deviantart.com/art/Bird-Cage-39378254

Anúncios

Ave com Mustache

Ave com Mustache

Primeira vez que “trombo” com esse pássaro. A matéria da Revista Casa e Jardim diz que ele vive no Chile e pelo visto os animais fotografados fazem parte de alguma reserva e/ou têm alguma ong acompanhando sua sobrevivência.

Assim seja, por quê apesar de lindo e exótico deve ser uma pena ver alguém longe de casa e enjaulado numa gaiola… e digo isso mesmo tendo na minha família uma calopsita amarela que atende pelo apelido “Mi”.